Meus últimos sete anos foram agitados. Mudei sete vezes de endereço e quatro vezes de cidade, comecei e terminei dois namoros, tive cinco empregos diferentes e ganhei dois sobrinhos e dois afilhados. No meio desse fluxo de informações, poucas coisas permaneceram intactas e atravessaram perenes esse período. Uma delas foi este blogue que, mesmo tendo passado por três diferentes endereços, continua sendo algo como uma casa pra mim. Ele me dá quarto e sala, comida e roupa lavada, amigos, colegas, parceiros e a oportunidade de escrever por prazer sobre o assunto de que eu mais gosto.

Agradeço a todo mundo que já passou por aqui uma ou muitas vezes e convido para voltar a bater nessa porta e trocar ideias. Por mais que os textos que eu escrevo aqui não tenham o rigor nem a intenção de serem críticas – são apenas opiniões pessoais -, só há sentido em publicá-los quando há alguém para ler. Um obrigado especial para o meu amigo André Catoto, que fez a belíssima ilustração tomando por base 2046, de Wong Kar-Wai, que virou o topo do meu blogue. Voltando a nossa programação normal, fiquem agora com minha lista de 100 filmes favoritos atualizada, e até o próximo capítulo.

Lucio Fulci

100 (-)
Zumbi 2
Zombi
Lucio Fulci, 1979

Antes do Pôr-do-Sol

99 (92)
Antes do Pôr-do-Sol
Before Sunset
Richard Linklater, 2004

John Huston

98 (84)
O Tesouro de Sierra Madre
The Treasure of Sierra Madre
John Huston, 1948

O Hospedeiro

97 (94)
O Hospedeiro
Gwoemul
Bong Joon-ho, 2006

Lucrecia Martel

96 (-)
O Pântano
La Ciénaga
Lucrecia Martel, 2001

Na Idade da Inocência

95 (88)
Na Idade da Inocência
L’Argent de Poche
François Truffaut, 1976

Os Excêntricos Tenenbaums

94 (89)
Os Excêntricos Tenenbaums
The Royal Tenenbaums
Wes Anderson, 2001

Clint Eastwood

93 (-)
Gran Torino
Gran Torino
Clint Eastwood, 2008

A Viagem de Chihiro

92 (76)
A Viagem de Chihiro
Sen to Chihiro no Kamikakushi
Hayao Miyazaki, 2001

Peter Bogdanovich

91 (-)
A Última Sessão de Cinema
The Last Picture Show
Peter Bogdanovich, 1971

Carne Trêmula

90 (67)
Carne Trêmula
Pedro Almodóvar
Carne Tremula, 1997

Christophe Honoré

89 (85)
Em Paris
Dans Paris
Christophe Honoré, 2006

Os Canibais

88 (78)
Os Canibais
Os Canibais
Manoel de Oliveira, 1988

George A. Romero

87 (-)
O Despertar dos Mortos
Dawn of the Dead
George A. Romero, 1978

Os Reis do Iê-Iê-Iê

86 (77)
Os Reis do Iê-Iê-Iê
A Hard Day’s Night
Richard Lester, 1964

Roberto Santos

85 (70)
A Hora e a Vez de Augustro Matraga
A Hora e a Vez de Augustro Matraga
Roberto Santos, 1965

O Pecado de Todos Nós

84 (68)
O Pecado de Todos Nós
Reflections in a Golden Eye
John Huston, 1967

Orson Welles

83 (-)
A Marca da Maldade
Touch of Evil
Orson Welles, 1958

O Terror das Mulheres

82 (69)
O Terror das Mulheres
The Ladies Man
Jerry Lewis, 1961

Invasores de Corpos

81 (87)
Invasores de Corpos
Invasion of the Body Snatchers
Philip Kaufman, 1978

Jia Zhang-Ke

80 (-)
Em Busca da Vida
Sanxia Haoren
Jia Zhang-Ke

Nosferatu

79 (72)
Nosferatu
Nosferatu, eine Symphonie des Grauens
F. W. Murnau, 1922

Meu Ódio Será Tua Herança

78 (63)
Meu Ódio Será Tua Herança
The Wild Bunch
Sam Peckinpah, 1969

Agnès Varda

77 (82)
Cléo das 5 às 7
Cléo de 5 a 7
Agnès Varda, 1962

Quentin Tarantino

76 (-)
Kill Bill: Vol. 1
Kill Bill: Vol. 1
Quentin Tarantino, 2003

Leon Hirszman

75 (73)
São Bernardo
São Bernardo
Leon Hirszman, 1971

Reis e Rainha

74 (74)
Reis e Rainha
Rois et Reine
Arnaud Desplechin, 2004

Filho Único

73 (64)
Filho Único
Hitori Musuko
Yasujiro Ozu, 1936

O Céu de Suely

72 (62)
O Céu de Suely
O Céu de Suely
Karim Aïnouz, 2006

Morangos Silvestres

71 (61)
Morangos Silvestres
Smultronstället
Ingmar Bergman, 1957

Bonequinha de Luxo

70 (52)
Bonequinha de Luxo
Breakfast at Tiffany’s
Blake Edwards, 1961

Rashomon

69 (54)
Rashomon
Rashomon
Akira Kurosawa, 1950

Stanley Kubrick

68 (-)
Barry Lyndon
Barry Lyndon
Stanley Kubrick, 1975

O Mágico de Oz

67 (44)
O Mágico de Oz
The Wizard of Oz
Victor Fleming, 1939

Os Incompreendidos

66 (30)
Os Incompreendidos
Les Quatre Cents Coups
François Truffaut, 1959

A Noiva de Frankenstein

65 (42)
A Noiva de Frankenstein
The Bride of Frankenstein
James Whale, 1935

Terrence Malick

64 (-)
O Novo Mundo
The New World
Terrence Malick, 2005

Vidas Secas

63 (56)
Vidas Secas
Vidas Secas
Nelson Pereira dos Santos, 1963

Cidade dos Sonhos

62 (66)
Cidade dos Sonhos
Mulholland Drive
David Lynch, 2001

Marcas da Violência

61 (65)
Marcas da Violência
A History of Violence
David Cronenberg, 2005

George Cukor

60 (75)
Núpcias de Escândalo
The Philadelhia Story
George Cukor, 1940

Beijos Proibidos

59 (59)
Beijos Proibidos
Baisers Volés
François Truffaut, 1968

O Bandido da Luz Vermelha

58 (58)
O Bandido da Luz Vermelha
O Bandido da Luz Vermelha
Rogério Sganzerla, 1968

Blade Runner

57 (57)
Blade Runner – o Caçador de Andróides
Blade Runner
Ridley Scott, 1982

Meu Tio

56 (40)
Meu Tio
Mon Oncle
Jacques Tati, 1958

Taxi Driver

55 (46)
Taxi Driver
Taxi Driver
Martin Scorsese, 1976

Caçadores da Arca Perdida

54 (55)
Caçadores da Arca Perdida
Raiders of the Lost Ark
Steven Spielberg, 1981

Dublê de Corpo

53 (36)
Dublê de Corpo
Body Double
Brian De Palma, 1984

O Gabinete do Dr. Caligari

52 (45)
O Gabinete do Dr. Caligari
Das Kabinett des Doktor Caligari
Robert Wiene, 1919

Acossado

53 (51)
Acossado
À Bout de Souffle
Jean-Luc Godard, 1959

Em Busca do Ouro

50 (50)
Em Busca do Ouro
The Gold Rush
Charles Chaplin, 1925

Underground

49 (49)
Underground – Mentiras de Guerra
Underground
Emir Kusturica, 1995

A Regra do Jogo

48 (43)
A Regra do Jogo
La Règle du Jeu
Jean Renoir, 1939

La Jetée

47 (39)
La Jetée
La Jetée
Chris Marker, 1962

Martin Scorsese

46 (-)
Touro Indomável
Raging Bull
Martin Scorsese, 1980

Tempos Modernos

45 (31)
Tempos Modernos
Modern Times
Charles Chaplin, 1936

Pulp Fiction

44 (47)
Tempo de Violência – Pulp Fiction
Pulp Fiction
Quentin Tarantino, 1994

O Incrível Homem que Encolheu

43 (37)
O Incrível Homem que Encolheu
The Incredible Shrinking Man
Jack Arnold, 1957

O Poderoso Chefão

42 (41)
O Poderoso Chefão
The Godfather
Francis Ford Coppola, 1972

Os Esquecidos

41 (35)
Os Esquecidos
Los Olvidados
Luis Buñuel, 1950

2001

40 (23)
2001 – Uma Odisséia no Espaço
2001: A Space Odissey
Stanley Kubrick, 1968

Sergio Leone

39 (-)
Três Homens em Conflito
Il Buono, Il Brutto, Il Cattivo
Sergio Leone, 1966

Drácula

38 (48)
Drácula de Bram Stoker
Bram Stoker’s Dracula
Francis Ford Coppola, 1992

Amarcord

37 (29)
Amarcord
Amarcord
Federico Fellini, 1973

Rastros de Ódio

36 (51)
Rastros de Ódio
The Searchers
John Ford, 1956

Contatos Imediatos do Terceiro Grau

35 (34)
Contatos Imediatos do Terceiro Grau
Close Encounters of the Third Kind
Steven Spielberg, 1977

Interiores

34 (28)
Interiores
Interiors
Woody Allen, 1978

Domingos Oliveira

33 (32)
Todas as Mulheres do Mundo
Todas as Mulheres do Mundo
Domingos Oliveira, 1967

Andrew Stanton

32 (38)
Wall-E
Wall-E
Andrew Stanton, 2008

A Rotina Tem Seu Encanto

31 (25)
A Rotina Tem Seu Encanto
Sanma no Aji
Yasujiro Ozu, 1962

Um Homem com uma Câmera

30 (18)
Um Homem com uma Câmera
Chelovek s Kino-apparatom
Dziga Vertov, 1929

O Iluminado

29 (33)
O Iluminado
The Shining
Stanley Kubrick, 1980

Samuel Fuller

28 (-)
O Beijo Amargo
The Naked Kiss
Samuel Fuller, 1964

Monte Hellman

27 (24)
Corrida Sem Fim
Two-Lane Blacktop
Monte Hellman, 1971

As Vinhas da Ira

26 (17)
As Vinhas da Ira
The Grapes of Wrath
John Ford, 1940

Jean Vigo

25 (26)
O Atalante
L’Atalante
Jean Vigo, 1934

A Última Gargalhada

24 (27)
A Última Gargalhada
Der Letzte Mann
F. W. Murnau, 1924

Michael Powell

23 (-)
Tortura do Medo, A
Peeping Tom
Michael Powell, 1960

Desencanto

22 (22)
Desencanto
Brief Encounter
David Lean, 1945

Apocalypse Now

21 (15)
Apocalypse Now
Apocalypse Now
Francis Ford Coppola, 1979

O Poderoso Chefão - Parte II

20 (21)
O Poderoso Chefão – 2ª Parte
The Godfather – Part II
Francis Ford Coppola, 1974

Crepúsculo dos Deuses

19 (14)
Crepúsculo dos Deuses
Sunset Blvd.
Billy Wilder, 1950

Um Corpo que Cai

18 (19)
Um Corpo que Cai
Vertigo
Alfred Hitchcock, 1958

Robin Hardy

17 (20)
O Homem de Palha
The Wicker Man
Robin Hardy, 1973

Cidadão Kane

16 (16)
Cidadão Kane
Citizen Kane
Orson Welles, 1941

Steven Spielberg

15 (-)
Tubarão
Jaws
Steven Spielberg, 1975

Era uma Vez no Oeste

14 (12)
Era uma Vez no Oeste
C’era una Volta il West
Sergio Leone, 1968

Janela Indiscreta

13 (13)
Janela Indiscreta
Rear Window
Alfred Hitchcock, 1954

Onde Começa o Inferno

12 (3)
Onde Começa o Inferno
Rio Bravo
Howard Hawks, 1959

Hiroshi Teshigahara

11 (10)
A Mulher da Areia
Suna no Onna
Hiroshi Teshigahara, 1964

A Paixão de Joana D'Arc

10 (11)
A Paixão de Joana D’Arc
La Passion de Jeanne d’Arc
Carl Theodor Dreyer, 1928

O Caso dos Irmãos Naves

9 (8)
O Caso dos Irmãos Naves
O Caso dos Irmãos Naves
Luis Sergio Person, 1967

Cantando na Chuva

8 (9)
Cantando na Chuva
Singin’ in the Rain
Stanley Donen e Gene Kelly, 1952

Gritos e Sussurros

7 (2)
Gritos e Sussurros
Viskiningar och Rop
Ingmar Bergman, 1973

Elefante

6 (6)
Elefante
Elephant
Gus Van Sant, 2003

Intriga Internacional

5 (4)
Intriga Internacional
North by Northwest
Alfred Hitchcock, 1959

Este Mundo é um Hospício

4 (7)
Este Mundo é um Hospício
Arsenic and Old Lace
Frank Capra, 1944

Um Tiro na Noite

3 (5)
Um Tiro na Noite
Blow Out
Brian De Palma, 1981

Aurora

2 (1)
Aurora
Sunrise: a Song of Two Humans
F. W. Murnau, 1927

Hayao Miyazaki

Hayao Miyazaki

Hayao Miyazaki

1 (-)
Meu Vizinho Totoro
Tonari no Totoro
Hayao Miyazaki, 1988

Na lista deste ano, há 16 filmes novos em relação a do ano passado. Inclusive o que tomou o meu coração e o primeiro lugar – que era inédito para mim até então. Meu Vizinho Totoro, ao mesmo que é o filme em que o real mais conversa com o fantástico na obra de Hayao Miyazaki, é o longa mais ingênuo do diretor. Sua simplicidade mágica me conquistou completamente. Uma pena eu ter visto esse filme com 35 anos. Certamente teria sido uma criança muito mais feliz.

Por fim, aproveito para convidar a todos para o debate sobre blogues e cinema, que eu mediarei na Campus Party, neste sábado, dia 30, a partir das 17h30, com a participação de Diego Maia, Marcus Baldini, Felipe Joffilly e Leandra Leal.

Comentários

comentários

29 thoughts on “7 anos, 100 filmes”

  1. Chicó, são 7 anos de amizade, então! Você é sempre o cara que eu vou querer saber o que achou do filme. É sempre o meu primeiro pensamento quando termino alguns deles. Parabéns pelo tempo e pela qualidade da estrada! Nem sempre eu concordo, mas eu sempre corro atrás das suas listas para ver, rever ou descobrir um novo filme preferido. um beijo, saúde e muitos filmes pela frente!

  2. Assino embaixo de todos, Ibertson.

    “Elefante” tem sido uma constante desde a primeira lista, Bruna.

    Junior, obrigado por tudo nesses anos todos. Esse blogue me deu de presentes alguns grandes amigos e um deles é vc.

  3. Chico, confesso que pulei direto pro nº1 da lista pela curiosidade. 🙂 Depois, vou ver a lista com calma. Parabéns pelo aniversário e, principalmente, pela persistência. Abração!

  4. Fiquei feliz pelo Totoro. É minha animação favorita de todos os tempos também. =D

    Parabéns pelos sete anos do blog.
    Adoro viver estes momentos aqui na sua casa.

  5. Fantástica lista, aliás só faltou mesmo Dr. Fantástico! 😉
    Sou fã de Miyazaki, correrei atrás desse novo, tava esquecido da existência.
    obrigado pelas dicas preciosas e parabens!

  6. Chico!!! Parabens por esse lindo trabalho, que vc faz com tanto amor e com tanta dedicação, seu blog é sem dúvida uma referencia maravilhosa entre os cinéfilos, e com grande importancia na crítica de cinema em São Paulo!

    Agora, pessoalmente?! Fiquei chocada com Um tiro na Noite em 3o lugar .. rs, eu acho o Brian de Palma um picareta!

    Beijos querido!!!

  7. Môdeeeeus!! Totoro em primeiro. Que lindo!
    E você ainda colocou Kill Bill esse ano na lista! E Zumbi 2!!!!! E O Novo Mundo!!!!!!!

    8 1/2 , Pierrot Le Fou e Weekend a Francesa e eu linko essa lista como se fosse minha!

  8. Meu caro,

    Parabéns pelos sete anos de blogue e pela lista dos seus filmes peeferidos. Claro (o que é natural), há diferenças radicais entre as nossas. Aliás, aos domingos, estou fazendo uma nova revisão dos meus preferidos, por década. Quero realçar, contudo, que as diferenças são salutares; daí porque, devo reconhecer, os filmes por você listados, em maior ou menor grau (não conheço todos, evidentemente), merecem a atenção de qualquer cinéfilo mais atento.

    Um grande abraço.
    E felicidades.
    Que o seu blogue dure uma eternidade…

  9. E não é que nos conhecemos através deste blogue? Lembra? Desde a primeira vez em que acessei o Filmes do Chico, há alguns anos, nem sabia de quem se tratava, mas tratei de incluir o site imediatamente nos meus favoritos. Apesar de nem sempre comentar, não perco um único post.

    Obrigado por nos presentear, sem exageros, com o melhor blogue de cinema.

  10. Aô Chico, meus parabéns, pra comemorar o aniversário de um blog como o seu, só uma listona dessas mesmo.

    Me surpreendeu a substituição do primeiro lugar, mas faz todo o sentido. Mais interessante até do q ver os filmes preferidos de alguém pra descobrir os gostos de uma pessoa é ver como essa lista muda através do tempo, qualidade que a sua expressa muito bem.

    Que tenhamos ainda muitos anos de listas de 100 filmes e de Filmes do Chico.

    Feliz aniversário!
    Abraço,

  11. Paulinha, obrigado, mas não diz isso. Esse filme é uma obra-prima!

    Rafael, preciso rever “8 1/2” e “Pierrot Le Fou”. Tentei, mas não consegui a tempo.

    E viva as diferenças, Moacy. Quero ver essa sua lista.

    Filme lindão, né, Thaís?

    Obrigadão, Felype.

    Vinícius, até hoje não me perdoo por ter demorado tanto pra ver este filme.

    Tuma, no caso não foi questão de revisão, mas de conhecer um outtro filme que mexeu bastante comigo.

    Tiago, faz uma dessas, vai.

  12. PARABÉNS por mais esse aniversário, Chico! Acho que desses 7 anos, eu acompanho seu blog há uns 5 ou 6…
    Bela lista, novamente. Não vou nem comentar a grande quantidade de filmes presentes que eu preciso assistir… e tem muitos outros que eu adoro. E fiquei feliz com a inclusão daquele que, provavelmente, seria o meu número 1: Touro Indomável.
    Grande abraço!

  13. Poxa, chamar o Brian de picareta é bem pesado, tudo bem que ele anda fazendo cagada atrás de cagada ultimamente (o que é aquele Femme Fatale com aquele final exotérico, que horror!), mas o cara tem uma história de muito respeito.
    A verdade que muitos desses diretores mais velhos começaram a errar a mão, infelizmente.
    Chico, gostei muito da sua lista, é um tanto diferente da minha, mas é subjetivo isso, né. Tem muita coisa que eu não vi e quero ver, sobretudo os orientais e o Totoro. Amo Ghibli de paixão!
    A minha lista ainda é encabeçada por Cinema Paradiso, e acho difícil que isso mude tão cedo.

  14. adoro listas, até de supermercado. Se vi poucos filmes eles foram 2000, de maza a fernado sancho, pecus and others. seus 100 sem dúvida ou sombra de. do 1º ao 100º. Faça uma lista dos X mais do Brasil.
    Só nao entendo como “Baile Perfumando” nao apareça nem para olhar pelo buraco da fechadura! desculpe é que sou ranzinza-

  15. Ahhh!! Que legal ver o Totoro aqui!

    Assisti quando criança para sua inveja, rsrs. Realmente fui uma criança feliz.

    Amo demais mesmo, vou mostrar para os meus filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *