Competente relato de Stephen Frears, que há tempos nos devia um filme bom de verdade, sobre a semana seguinte à morte da princesa Diana no Palácio de Buckingham. Como era esperado, Helen Mirren está maravilhosa, mas sem picos de explosão como se espera das grandes interpretações (e cuja ausência talvez faça desta uma grande interpretação). O filme tem o tom frio da nobreza britânica e, mais do que crítica à família real, é uma ode à princesa morta. As inserções documentais enriquecem o contexto, mas, de certa forma, enfraquecem a dramaturgia. É um filme bom que sabe se esgueirar sem alardes belos bastidores da intrigas palacianas, mas não é tão grande quanto queriam.

A Rainha 
[The Queen, Stephen Frears, 2006]

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *