Leslie Manville, Alison Garland, Timothy Spall

Já faz tempo que Phil e Penny são casados. Eles têm dois filhos adolescentes, Rachel e Rory. Os quatro moram juntos num apartamento apertado num subúrbio pobre de Londres. Mas Phil se sente sozinho. E ele não está  nesta. Penny também é uma mulher solitária. E Rachel, na sua timidez castradora, e Rory, na sua revolta explosiva, também não conseguem se relacionar.

Os quatro se amam, como devem fazer as famílias. E se odeiam, como não deveriam fazer as famílias.

Mike Leigh bebe da mesma fonte do clássico Segredos e Mentiras (96) para informar que as pessoas podem ser tristes como o céu acinzentado da Inglaterra. Agora ou Nunca (02) não teve o mesmo impacto que seu antecessor provavelmente porque ninguém gosta muito de ver pessoas tristes. E aqui não existe felicidade. A pobreza financeira empobreceu também a capacidade de amar dos personagens deste filme.

Todos estão exaustos. Exaustos de uma vida que não os move, que não os faz felizes. Durante anos e anos a insatisfação que invadiu a casa desta família e cresceu dentro do peito de cada um deles. Sufoca cada um deles, que não sabem como reagir. A maioria guarda tudo para si e explode sem perceber. Descontam um no outro. Culpam um ao outro pela apatia e pelo sufoco que virou sua vida.

A solidão cria raízes, cresce, sufoca o peito e explode. Mike Leigh vai além de Segredos e Mentiras e não poupa ninguém. Nem na tela e nem fora dela. Tem gente que nunca vai ser feliz, por mais que pequenos momentos de lucidez debaixo de uma camada de cimento possam aventar tal possibilidade. E quando você acha que um beijo pode mudar tudo, você percebe que as pessoas já estão acostumadas a falhar. E como falhar passa a ser muito cômodo depois que as pessoas se acostumam às falhas, a vida pode ser conduzida por uma tristeza tão avassaladora que faz você congelar na poltrona e pensar o que realmente vale a pena.

Agora ou Nunca EstrelinhaEstrelinhaEstrelinhaEstrelinha
[All or Nothing, Mike Leigh, 2002]

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *