Avatar

Segundo o Houaiss, o primeiro significado para a palavra revolução é “ato ou efeito de revolucionar(-se), de realizar ou sofrer uma mudança sensível”. Nesse sentido, o novo filme de James Cameron, o primeiro longa de ficção que o diretor lança depois de Titanic, é um exemplo perfeito para esse substantivo. Avatar, inegavelmente, é um marco não apenas na ficção-científica, mas na utilização da tecnologia no cinema. Daqui a alguns anos, o filme vai ser considerado um divisor de águas, algo como uma ovelha Dolly para a clonagem.

O longa de Cameron demorou quase uma década e meia para ser feito simplesmente porque não havia tecnologia disponível para materializar o que o cineasta havia imaginado. A concepção visual de Avatar tem um tanto de megalomaníaca, mas é extremamente fiel ao “tamanho” do filme. Ou mais exatamente ao tamanho do pacote que Cameron encomendou: além de um planeta selvagem e uma civilização completamente nova, o homem inventou uma simbiose místico-orgânica entre os habitantes deste novo mundo e o lugar onde vivem que é o maior diferencial do filme. Não dá para chamar Avatar por um adjetivo menor do que gigantesco.

A ousadia do diretor é sempre bem-vinda. Desde o guilty pleasure Piranhas 2 – As Assassinas Voadoras, todos os longas do diretor são deliciosos, incluindo os dois primeiros Exterminador do Futuro, Aliens e True Lies. Pouquíssimos diretores conseguem trabalhar no mesmo plano de Cameron e realizar filmes inteligentes e extremamente pop. Avatar tem a mesma sofisticação visual do restante da filmografia do diretor. No modo “giga” desta vez.

Cameron nos entrega um planeta elaboradíssimo visualmente, que mistura elementos de florestas tropicais com pura imaginação, inventa uma nova linguagem de animação que os personagens criados por computador, cria batalhas épicas, explorando ao máximo seus cenários e seus personagens revolucionários e faz mais uma aventura que nos joga num carrossel em alta velocidade, nos faz esquecer da vida e torcer pelos mocinhos no embate final. Avatar, do alto de toda sua tecnologia, nos remete ao primórdios do cinema de aventura, onde ver seu favorito ganhar era a maior das recompensas.

Minha única questão é: a premissa do filme precisava mesmo ser tão simples, ou melhor, tão ingênua? Porque, por mais que haja elaboração nos conceitos relacionados aos Na’vi e a Pandora, Avatar é um filme de mensagem como há muito tempo não se via. James Cameron nos convida a preservar o meio-ambiente, respeitar as diferenças étnicas e religiosas e as tradições, lutar pelos mais fracos. O mesmo homem que inventou esse arsenal todo de novidades também nos ensina que os bons são bons e os maus são maus, que existe um certo e um errado, que se a gente continuar agindo contra a Mãe Natureza, ela vai se voltar contra nós.

São premissas cruas demais que quase entram em conflito com a embalagem que o diretor deu ao filme. Cameron, no entanto, está protagido pelo Houaiss. Um dos significados secundários para a palavra revolução no dicionário é “movimento circular ou elíptico no qual um móvel volta à sua posição inicial”. Avatar faz exatamente isso. Sua tecnologia é apenas suporte. Ela realmente deve mudar nossa relação com a imagem e com o cinema. Mas no fundo, no fundo, este filme é apenas uma grande aventura. Daquelas de antigamente.

Avatar EstrelinhaEstrelinhaEstrelinha
[Avatar, James Cameron, 2009]

Comentários

comentários

48 thoughts on “Avatar”

  1. Chico, acho que, sem exageros, seu texto é um dos melhores que li esse ano em blogs, e provavelmente o melhor que li até agora sobre AVATAR. Define perfeitamente o filme, em todos os aspectos. Parabéns!

  2. Bruno, acho que faltou foi uma pouco mais de complexidade no roteiro.

    Layo, é difícil me jogar 16 anos atrás, mas suspeito de que concordo com você.

    Wally, não exagera, hehe. Mas valeu.

    Alice, obrigado. Vale a pena ver o filme, viu? E se vc puder, veja em 3D e no Imax.

  3. Concordo que o faltou ser melhor elaborado.

    Vendo o filme, em alguns momentos, ele fica totalmente previsível, mas de um jeito chato, daquele jeito que te tira da história e te faz apenas reparar no aparto técnico do filme.

    Não sei até que ponto isso é bom.

    Talvez, com menos sofisticação visual e melhor elaboração do desenvolvimento da história, ele tivesse um impacto muito mais marcante.

  4. Nesse sentido, Diego, concordo com você. Não vejo problema na ingenuidade. Só queria mais.

    Davi, acredito que se a história tivesse um pouco mais de complexidade o resultado seria mais forte. Será?

  5. Diego,

    A premissa é simples. Mas pode-se desenvolver algo bem elaborado. Sei lá, vou tentar dar um exemplo fora do cinema: música. Você com três notas fazer Hey Ho, Let’s go e também, fazer algo como indie punk mais complexo. Sacas? hehe

    Chico,

    Acho que sim. Para que já capta a mensagem logo, o filme – com um desenvolvimento mais elaborado -, poderia prender mais atenção. Mas (pensei isso, enquanto escrevia isso), talvez até seja de “propósito” isso. Afinal, é um filme de grande público, e, na maioria dos casos, procuram em primeiro lugar entretenimento.Isso talvez advogue a favor do roteiro, corroborando o Diego.

  6. Chico, só discordo da idéia de que este filme seja uma “revolução”, um divisor de águas. Não é. O que mais me surpreendeu no filme foi a verossimilhança dos personagens digitais. Nunca se viu tanta expressividade facial em bonecos gerados por computador. Mas mesmo isso não surge do nada, é a evolução natural da tecnologia de captura de movimentos e expressões faciais de atores que já havia nos dado o Gollum e o impressionante King Kong (sem falar nos filmes irregulares de Zemeckis).
    Conservador na temática, Avatar aposta na antiga idéia de que as vítimas indefesas só podem ser salvas pela intervenção do homem branco que vem de fora, a mesma lógica de filmes como O Último Samurai ou mesmo A Lista de Schildler. O salvador é um homem imperfeito (alcoolatra, egocentrico, egoísta) que se redime a partir da imersão na cultura diferente e se torna mais nativo que os próprios nativos — Tom Cruise se torna mais samurai que os samurais japoneses, Schindler recebe homenagens como num enterro judeu, Jake consegue unificar as várias tribos Na’vi etc. As vítimas continuam em segundo plano e ao final cobrem o salvador da pátria de glórias como um semi-deus.
    E a xaropada pseudo-ecológica?
    Resumo: impressionante visualmente, de historinha fraca, mas muito bem contada, Avatar vale o preço caro do ingresso 3d mas não sobrevive muito na memória após a exibição. Talvez o filme mais fraquinho de Cameron.

  7. Chico, gostei do seu texto sobre Avatar. Saí do cinema com a sensação de que faltava algo. Achei maravilhosa a nova técnica, sendo evolução tecnológica “natural” ou não, com a câmera virtual nas cenas de ação; mas faltou a história ter um enredo diferente.

    Muito clichê defender o meio ambiente, dizer que o ser humano pode destruir tudo por causa de dinheiro,… só que nada foi tão clichê quanto o Coronel falar que atacariam o terror com o terror. Bem George W. Bush.

  8. Tecnologia que não se sustenta por si só. Três horas bastante cansativas dentro da sala. Diálogos que precisam caminhar um bocado para chamarmos de razoáveis. Todos os clichês(amor incondicional, preservação da natureza, bem e mal) reunidos em um único filme.
    Realmente, espero que o cinema não vire isso.

  9. It is a smart blog. I’m talking about it. You might have so much exposure to this concern, and therefore much passion. In addition, you have learned to get people to rally behind it, obviously from your responses. Youve got a design here it is really not too flashy, but creates a statement as big as what youre saying. Well done, indeed.

  10. Hey there! I just wanted to ask if you ever have any issues with hackers? My last blog (wordpress) was hacked and I ended up losing several weeks of hard work due to no back up. Do you have any methods to prevent hackers?

  11. With Google just receiving smarter and smarter in working out synthetic hyperlinks, generating linkable belongings feels for being far more crucial nowadays. Several url distributors will modify their styles or they’ll vanish and be innefective. Now considering the scalable aspect… sure I concur this is certainly in truth scalable that means as time passes… inbound links to those belongings just feel to go on to enhance, by natural means. Now investigating this as the scalable procedure from an company viewpoint with numerous consumers and escalating eventually. There feels to get no repair asset to own that functions for all purchasers. There is certainly some analysis and there’s some perform to build the asset. And also to scale this along with the additional clientele you receive, seems such as you just must maintain incorporating additional folks to obtain important things carried out.

  12. Never disregard that he runs on the internet retailers much too! So whether or not you don’t need to go in and pick-up the objects you are able to obtain on the net and also have it sent… really don’t neglect the set up provider for individuals who can not be bothered to browse the guidance and after that screw anything up whilst making it… or even the neighborhood handyman will fortunately cost you a quality to place it together

  13. Today, I went to the beachfront with my children. I found a sea shell and gave it to my 4 year old daughter and said “You can hear the ocean if you put this to your ear.” She put the shell to her ear and screamed. There was a hermit crab inside and it pinched her ear. She never wants to go back! LoL I know this is entirely off topic but I had to tell someone!

  14. Internal direct, training, contentment, honour, forbearance plus sentence. Typically a percentage of issues that Tang Soo Write, the actual Mandarin chinese martial art related to self-defense, can educate we moreover instilling in you the strength not just in defend your business women and men capability related with spotting hazard joins to refrain from giving confrontation completely.

  15. I precisely required to thank you so considerably however once more. I do not know the points I would’ve taken care of without these secrets contributed by you regarding this issue. It seemed to be a quite frightful crisis for me, but encountering a new well-written tactic you processed it forced me to jump with contentment. Now i am happier for the work and hope you might be aware of an wonderful job you happen to be obtaining into educating individuals via your web weblog. Probably you haven’t come across any of us.

  16. Advantageously, typically the submit is really the very best about this laudable theme. To be sure with all your a conclusion and will thirstily await the following revisions. Truly stating cheers won’t only finish up being suitable, to your great readability within your creating. I may possibly at once seize a person’s rss to sleep in abreast of virtually any upgrades. Fine job and a lot success within your organization business!

  17. I comment when I especially enjoy a post on a site or if I have something to contribute to the conversation. It’s triggered by the passion communicated in the post I browsed. And on this post avatar – Filmes do Chico. I was actually excited enough to drop a leave a responsea response 🙂 I do have 2 questions for you if it’s allright. Is it just me or do some of the remarks come across like they are left by brain dead folks? 😛 And, if you are writing on other places, I would like to follow you. Would you make a list all of your community pages like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

  18. Oh for the salad days! Report this comment Reply packer_bob says: November 12, 2009 at 5:41 pm No doubt, Larry, REGGIE was the lynchpin in the FA cascade into GB that put us over the top. The fact remains that Wolf mad moves that panned out, lucky or not.

  19. Thanks for your article on the vacation industry. We would also like contribute that if your senior thinking about traveling, it can be absolutely essential that you buy travel cover for seniors. When traveling, senior citizens are at high risk of getting a healthcare emergency. Obtaining the right insurance policies package in your age group can safeguard your health and provide peace of mind.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *