Tag: 2012

Boa Sorte, Meu Amor

A maior qualidade de Boa Sorte, Meu Amor é sua ousadia. O pernambucano Daniel Aragão parece ávido por soltar a voz: quer discutir grandes temas, encher cada cena com múltiplos significados, oferecer um novo cinema ao mesmo tempo em que homenageia cinemas antigos. Esse conjunto algumas vezes leva o filme para a fronteira da afetação […]

Felicidade

A atriz italiana Alba Rohrwacher, estrela do controverso A Bela que Dorme, do mestre Marco Bellocchio, também interpreta a protagonista do filme mais recente da cineasta alemã Doris Dörrie. Felicidade é uma história de amor improvável entre uma imigrante ilegal e um mendigo punk em Berlim. Dona de uma delicadeza inerente, Alba empresta a seus […]

Muito Barulho por Nada

Depois de terminar as filmagens de um blockbuster do porte de Os Vingadores, todo mundo, inclusive a Marvel, achava que Joss Whedon merecia uma folga. Menos ele, que não nega a si próprio pequenos prazeres e reuniu um grupo de amigos em sua casa, em Santa Monica, para filmar em segredo esta versão que traz […]

Marina Abramović: Artista Presente

A época em que nós vivemos transforma o nosso olhar para a obra de arte. Num tempo em que nossa interação com o mundo se resume a curtir fotos, opinar sobre qualquer assunto em 140 caracteres e compartilhar vídeos engraçados e curiosos, é notável que a cena em que Marina Abramović reencontra seu ex-amante, Ulay, […]

Almas Silenciosas

Existe uma intenção pictórica em cada plano de Almas Silenciosas. O filme russo foi planejado e executado para ser (ou ao menos parecer) uma obra de arte, quadro a quadro. O resultado é uma sucessão de imagens belíssimas, emolduradas numa fotografia azulada, que tenta traduzir o cenário frio do interior do país. Mas o que […]

Sete pequenos filmes do Festival de Curtas 2013

Vi muito pouca coisa do Festival Internacional de Curta-Metragens de São Paulo deste ano. Cerca de 20 filmes, entre eles os brasileiros O Que Lembro, Tenho, de Rafhael Barbosa, e O Olho e o Zarolho, de René Guerra (leia entrevista aqui) e Juliana Vicente, sobre os quais escrevi separadamente. Selecionei neste post alguns dos curtas […]

Ferrugem e Osso

A partir do encontro entre um ex-boxeador e uma treinadora de baleias assassinas, o francês Jacques Audiard costura uma história de amor. Se o perfil dos personagens já indicava que o diretor seguiria um caminho diferente dos melodramas tradicionais, a maneira como ele comanda os atores confirma que o objetivo de Audiard era mesmo desromantizar […]