Tag: 2014

Obra

A estreia de Gregório Graziosi em longas-metragens parte de um belo princípio: incorporar a cidade a sua forma e a sua narrativa. São Paulo e seu subsolo mais profundo parecem ser os verdadeiros protagonistas de Obra, um filme que assume a arquitetura, profissão do personagem de Irandhir Santos, não apenas para a plástica, mas para […]

Adeus à Linguagem

Nos últimos 50 anos, Jean-Luc Godard se dedicou a desafiar a tradição. Tentou estabelecer em seus filmes uma linguagem essencialmente cinematográfica, afastando-se cada vez mais da narrativa literária clássica, que ainda contamina o cinema mais de um século depois de seu nascimento. Paralelamente, Godard encontrou bastante espaço para questionar. Questionou a arte, a política, a […]

Enquanto Somos Jovens

Noah Baumbach, que sempre foi um hipster genuíno, como mostram os filmes que dirigiu e escreveu, usou a caricatura de uma geração para denunciar a caricatura de uma geração. Se Enquanto Somos Jovens é uma tentativa de teorizar sobre o conflito, justamente delas, das gerações, o filme parece simplificar todas as questões a que se propõe […]

Jauja

Jauja é um lugar mítico onde, diz a lenda, as pessoas não precisam trabalhar e há abundância e felicidade. Lisandro Alonso invade o mito transportando seus elementos para uma Argentina de paisagens improváveis no século 19. Em sua Jauja, o protagonista, encarnado pelo norte-americano Viggo Mortensen, é um dinamarquês enviado para o novo mundo com […]

A Gangue

Se ficarmos no clichê, A Gangue é uma monumental “experiência sensorial”. Afinal, qual foi a última vez que fizeram um filme de 132 minutos completamente “falado” em língua de sinais? A proposta parece assustadora, mas é exatamente disso que se trata o projeto: derrubar pré-conceitos. Nas primeiras imagens, o letreiro informa que o filme não […]

O Pequeno Quinquin

O Pequeno Quinquin incomoda muito mais do que qualquer coisa, mas até aí não é muito diferente de vários outros filmes dirigidos por Bruno Dumont, como A Humanidade ou Fora de Satã ou mesmo o mais recente Camille Claudel 1915, obras em que o diretor investiga os limites do humano sob o ponto de vista […]