Tag: Gay

Festival do Rio 2013: Tatuagem e mais três filmes gays

A sexualidade cada vez mais encontra maneiras sofisticadas e diferentes de ser retratada no cinema. Na edição 2013 do Festival do Rio, grandes filmes como Um Estranho no Lago, já resenhado em outro post, e Tatuagem abordam questões gays de forma transgressora. O filme de Hilton Lacerda, que ganhou o Festival de Gramado, está entre […]

Flores Raras

O peso da verdade é quase sempre a maior maldição das histórias baseadas em fatos reais. No cinema, a expressão chega a assustar porque, não raramente, significa filmes engessados por suas responsabilidades históricas. O compromisso em narrar os fatos pode, muitas vezes, ultrapassar o próprio desenvolvimento dos personagens. Quando um cineasta reconhecidamente mais tradicional como […]

Weekend

Eu começo a duvidar das possibilidade de se fazer um filme gay cotidiano realmente significativo e inteligente. Weekend, de Andrew Haigh, extremamente elogiado e premiado no ano passado, parecia vir para ocupar esta vaga, mas o que eu vi foi apenas uma tentativa. O longa é cheio de boas intenções, mas vende o mesmo universo […]

J. Edgar

Clint Eastwood tem produzido tanto nos últimos anos que seus filmes às vezes parecem feitos às pressas. Deve soar muito gay reclamar da maquiagem de um filme, mas em J. Edgar ela é fundamental para a história que o cineasta quer contar. Fundamental e de uma incompetência inadmissível. É impossível olhar para Leonardo Di Caprio sob as […]

Top 100: filmes gays

De uns anos pra cá, a homossexualidade no cinema ganha mais espaço e é tratada com mais complexidade. Mas os filmes sempre deram um jeito de tocar na questão, seja pela comédia, seja pelas insinuações ou, quando as insinuações eram crime, pela falta delas. A lista abaixo tem 100 dos melhores filmes que tratam do […]

Do Começo ao Fim

Verossímil, diz o Houaiss, é aquilo “que parece verdadeiro” ou “que é possível ou provável por não contrariar a verdade; plausível”. Verossimilhança é o principal problema de Do Começo ao Fim, um filme em que simplesmente não se consegue acreditar. Essa afirmação, embora possa ter alguma leitura moralista, está longe disso. Justamente porque o único […]

Milk

A última vez que Gus Van Sant se aventurou por um filme de narrativa clássica resultou em Encontrando Forrester, fraquíssimo exemplar de cinema para senhoras elegantes. Depois dele, o cineasta se dedicou a uma linguagem mais experimental que resultou em quatro belos filmes: Gerry, Últimos Dias, Paranoid Park e a obra-prima Elefante. A notícia de […]