De uns anos pra cá, a homossexualidade no cinema ganha mais espaço e é tratada com mais complexidade. Mas os filmes sempre deram um jeito de tocar na questão, seja pela comédia, seja pelas insinuações ou, quando as insinuações eram crime, pela falta delas. A lista abaixo tem 100 dos melhores filmes que tratam do tema no centro de suas tramas (ou bem perto do centro). Alguns deixam margens para discussões: são filmes gays ou não? Mas todos têm um namoro com o assunto. A lista é para se discordar. Deixem as suas nos comentários.

Antes da lista principal, eu indico o pior filme gay de todos os tempos. Um filme incompetente que se abstrai da busca por verossimilhança na história de amor entre dois irmãos e é dirigido como comercial de sabão em pó:

Aluisio Abranches

Do Começo ao Fim
Do Começo ao Fim, Aluisio Abranches, 2009

top 100 + 1

101 Aimée & Jaguar
Aimée & Jaguar, Max Färberböck, 1999

100 Três Formas de Amar
Threesome, Andrew Fleming, 1993

99 Ligadas pelo Desejo
Bound, Larry e Andy Wachowski, 1996

98 Saindo do Armário
Get Real, Simon Shore, 1998

97 Meninos Não Choram
Boys Don’t Cry, Kimberly Peirce, 1999

96 C.R.A.Z.Y.
C.R.A.Z.Y., Jean-Marc Vallée, 2005

95 Moulin Rouge
Moulin Rouge, Baz Luhrmann, 2001

94 Café da Manhã em Plutão
Breakfast on Pluto, Neil Jordan, 2005

93 Ninguém é Perfeito
Flawless, Joel Schumacher, 1999

92 Fome de Viver
The Hunger, Tony Scott, 1983

91 Vitor ou Vitória
Victor/Victoria, Blake Edwards, 1982

90 De Repente, no Último Verão
Suddenly, Last Summer, Joseph L. Mankiewicz, 1959

89 Um Amor Quase Perfeito
Le Fate Ignoranti, Ferzan Ozpetek, 2001

88 Geração Maldita
The Doom Generation, Gregg Araki, 1995

87 The Bubble
Ha-Buah, Eytan Fox, 2006

86 Para o Resto de Nossas Vidas
Pete’s Friends, Kenneth Branagh, 1992

85 Caravaggio
Caravaggio, Derek Jarman, 1986

84 Cabaret
Cabaret, Bob Fosse, 1972

83 Rainha Christina
Queen Christina, Rouben Mamoulian, 1933

82 Filadélfia
Philladelphia, Jonathan Demme, 1993

81 A Cor da Púrpura
The Color Purple, Steven Spielberg, 1985

80 Delicada Relação
Yossi & Jagger, Eytan Fox, 2002

79 Meu Querido Companheiro
Longtime Companion, Norman René, 1990

78 O Padre
Priest, Antonia Bird, 1994

77 XXY
XXY, Lucía Puenzo, 2007

76 Antes do Anoitecer
Before Night Falls, Julian Schnabel, 2000

75 Satyricon de Fellini
Fellini Satyricon, Federico Fellini, 1969

Christophe Honore

74 Canções de Amor
Le Chansons d’Amour, Christophe Honoré, 2007

73 Johnny Guitar
Johnny Guitar, Nicholas Ray, 1954

72 Capote
Capote), Bennett Miller, 2005

Rob Epstein

71 Os Tempos de Harvey Milk
The Times of Harvey Milk, Rob Epstein, 1984

70 Mishima: Uma Vida em Quatro Capítulos
Mishima, Paul Schrader, 1985

69 Labirinto de Paixões
Laberinto de Pasiones, Pedro Almodóvar, 1982

68 O Rio
He Liu, Tsai Ming-Liang, 1997

67 Veneno
Poison, Todd Haynes, 1991

66 Rocky Horror Picture Show
The Rocky Horror Picture Show, Jim Sharman, 1975

65 Orlando, a Mulher Imortal
Orlando, Sally Potter, 1992

64 Amigas de Colégio
Fucking Ämal, Lukas Moodysson, 1998

63 Adeus, Minha Concubina
Ba Wang Bie Ji, Chen Kaige, 1993

62 E A Vida Continua
And the Band Played On, Roger Spottiswoode, 1993

61 Johns
Johns, Scott Silver, 1996

60 Rosas Selvagens
Les Roseaux Sauvages, André Techiné, 1994

59 Irmãos
Son Frère, Patrice Chéreau, 2003

58 O Criado
The Servant, Joseph Losey, 1963

57 Procura-se Amy
Chasing Amy, Kevin Smith, 1997

56 O Banquete de Casamento
Xi Yan, Ang Lee, 1993

55 A Gaiola das Loucas
La Cage aux Folles, Edouard Molinaro, 1979

54 Thelma e Louise
Thelma & Louise, Ridley Scott, 1991

53 Tudo Sobre Meu Pai
Alt om min far, Even Benestad, 2004

52 Bent
Bent, Sean Matthias, 1997

51 Furyo – Em Nome da Honra
Furyo, Nagisa Oshima, 1983

50 As Testemunhas
Les Témoins, André Techiné, 2007

49 Pacto Sinistro
Strangers on a Train, Alfred Hitchcock, 1951

48 Canção de Amor
Un Chant d’Amour, Jean Genet, 1950

47 Velvet Goldmine
Velvet Goldmine, Todd Haynes, 1997

46 Deuses e Monstros
Gods and Monsters, Bill Condon, 1997

45 Gata em Teto de Zinco Quente
Cat on a Hot Tin Roof, Richard Brooks, 1958

44 O Celulóide Secreto
The Celluloid Closet, Rob Epstein e Jeffrey Friedman, 1995

43 Eduardo II
Edward II, Derek Jarman, 1991

42 Glen ou Glenda
Glen or Glenda), Edward D. Wood Jr., 1954

41 Maurice
Maurice, James Ivory, 1987

40 Mistérios da Carne
Mysterious Skin), Gregg Araki, 2005

39 Infâmia
The Children’s Hour, William Wyler, 1961

38 Tabu
Gohatto, Nagisa Oshima, 1999

37 Noites Felinas
Les Nuits Fauves, Cyrill Collard, 1992

Bruce LaBruce

36 Otto; Or Up With Dead People
Otto; Or Up with Dead People, Bruce Labruce, 1998

Karim Ainouz

35 Madame Satã
Madame Satã, Karim Aïnouz, 2001

34 Beijo da Mulher-Aranha
Kiss of the Spider-Woman, Hector Babenco, 1985

33 Morango e Chocolate
Fresa y Chocolate, Juan Carlos Tabío e Tomás Gutierrez Aléa, 1994

32 O Fiel Camareiro
The Dresser, Peter Yates, 1983

31 O Tempo que Resta
François Ozon, 2006

30 Traídos pelo Desejo
The Crying Game, Neil Jordan, 1992

29 Festim Diabólico
Rope, Alfred Hitchcock, 1948

28 O Amor Não Tem Sexo
Prick Up Your Ears, Stephen Frears, 1987

27 Juventude Transviada
Rebel Without a Cause, Nicholas Ray, 1955

26 Um Gosto de Mel
A Taste of Honey, Tony Richardson, 1961

25 Os Deuses Malditos
La Caduta degli Dei, Luchino Visconti, 1969

24 Teorema
Teorema, Pier Paolo Pasolini, 1968

23 Os Rapazes da Banda
The Boys in the Band, William Friedkin, 1970

John Cameron Mitchell

22 Shortbus
Shortbus, John Cameron Mitchell, 2006

21 Um Dia de Cão
Dog Day Afternoon, Sidney Lumet, 1975

20 Almas Gêmeas
Heavenly Creatures, Peter Jackson, 1994

19 Querelle
Querelle, Rainer Werner Fassbinder, 1982

18 Plata Quemada
Plata Quemada, Marcelo Piñeyro, 2000

17 Minha Adorável Lavanderia
My Beautiful Laundrette, Stephen Frears, 1985

Gus Van Sant

16 Milk
Milk, Gus Van Sant, 2010

O Pecado de Todos Nós

15 O Pecado de Todos Nós
Reflections in a Golden Eye, John Huston, 1967

14 Minha Vida em Cor-de-Rosa
Ma Vie en Rose, Alain Berliner, 1997

John Cameron Mitchell

13 Hedwig – Rock, Amor e Traição
Hedwig and the Angry Inch, John Cameron Mitchell, 2001

Apichatpong Weerasethakul

12 Mal dos Trópicos
Sud Pralad, Apichatpong Weerasethakul, 2004

11 A Lei do Desejo
La Ley del Deseo, Pedro Almodóvar, 1987

Garotos de Programa

10 Garotos de Programa
My Own Private Idaho, Gus Van Sant, 1991

9 Priscilla, a Rainha do Deserto
The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert, Stephan Elliott, 1994

8 Meu Passado Me Condena
Victim, Basil Dearden, 1961

7 Um Dia Muito Especial
Una Giornata Particolare, Ettore Scola, 1977

6 Morte em Veneza
Morte a Venezia, Luchino Visconti, 1971

5 Perdidos na Noite
Midnight Cowboy, John Schlesinger, 1969

Sebastien Lifshitz

4 Lado Selvagem
Wild Side, Sebastien Lifshitz, 2004

Hettie McDonald

3 Delicada Atração
Beautiful Thing, Hattie McDonald, 1996

Wong Kar-Wai

2 Felizes Juntos
Chun Gwong Cha Sit, Wong Kar-Wai, 1997

Ang Lee

1 O Segredo de Brokeback Mountain
Brokeback Mountain, Ang Lee, 2005

Comentários

comentários

51 thoughts on “Top 100: filmes gays”

  1. Opa Chico, gostei da sua lista, apesar de discordar de algumas coisas! Mas antes de fazer comentários mais específicos queria entender uma coisa: É uma lista de melhores filmes com temática gay ou melhores filmes em que a temática gay é apresentada (por exemplo, um filme com personagem gay coadjuvante ou que é subentendido não estaria tão bem na lista – e um filme a princípio ruim mas com uma proposta interessante sobre o tema – tipo “Glen ou Glenda” entra – mas nem vi o filme pra tachar de ruim!).

  2. nossa “tres formas de amar” na ultima colocaçao?
    bom,pelo menos entrou na lista
    embora seja muito adolescente e exagerado em alguns pontos eu o acho muito bom!(guardadas as devidas proporções)
    Foi o filme dessa tematica q me passou mais verdade nas duvidas do personagem central,com certeza mas do que na metade desses filmes embora tenha visto so uns vinte, rs
    acho q valeria uma revisao em chico rs
    abraçao!!!

  3. Eu condidero O Segredo de Brokeback Mountain,o pior filme do Ang Lee.Só as atuações do Heath Ledger e da Michelle Willians me agradaram.E faltou o melhor filme gay:Cidade dos Sonhos.David Lynch realizou meus sonhos ao filmar Naomi Watts dando uns amassos tensos em Laura Harring…

  4. Acho que só faltou As Corças, de Chabrol. Outros entraram não sei por quê. Moulin Rouge, por exemplo. Se estilo excessivo faz um filme gay, então a lista seria completamente outra.

  5. Nossa Chico!
    Sua lista me fez pensar…Senti falta de:
    A má educação, De Saltos Altos, O Banquete de Casamento, Aconteceu em Woodstock, Philadelfia, Garotos de Programa, Minha Adorável Lavanderia, Tudo ou Nada, Velvet Goldmine, Transamérica, Deuses e Monstros, A Razão de Meu Afeto, Maurice, O Direito de Amar, Monster, As Horas…
    Tem alguns de sua lista que não ví, vou procurar para ver, obrigado.
    Sei que é a SUA lista e serve bem ao propósito de levantar discussão…

    Valeu!

  6. Olá, fiquei com a mesma dúvida de Mateus Nagime. E ainda fiquei com mais uma dúvida: é a homossexualidade literal ou o fetiche homossexual também conta, por exemplo como em Cisne Negro e Enter the Void? Ainda poderia citar mais alguns: Má Educação, Amigas de colégio, Elephant, Medos privados em lugares públicos, Scenes of a sexual nature, Correndo com tesouras, As Horas, Maria Antonieta, As melhores coisas do mundo (nacional). E trago também 2 curtas (nacionais), bem recentes: Eu não quero voltar sozinho e Não gosto dos meninos. E acho muito duvidoso Thelma e Louise e Juventude Transviada… Abraços!

  7. Mateus, é exatamente o que eu disse no cabeçalho: são filmes em que se trata do tema no centro da trama ou bem perto dele. “Glen ou Glenda” é um belo filme.

    Salvatore, aquele filme é sensacional. Simples, delicado.

    Felipe, sugiro rever o filme do Ang Lee. Ele é impressionantemente construído como um melodrama universal.

    Luiz, como disse lá em cima, há filmes que entraram pelas insinuações. “Thelma & Louise” está nesta cota. Do “As Horas”, eu não gosto tanto, e acho que as três histórias deixam o espaço “gay” menor.

    Laurene, não gosto de “Monster”. “Minhas Mães e Meu Pai” foi esquecimento mesmo.

    Saymon, vi “As Corças” no Eurochannel há muito tempo. Não lembrava mais de nada. Acho que deveria ter posto “Mulheres Diabólicas”. Entra na revisão. “Moulin Rouge” não é um filme gay, não. É um filme viado!

    “E Sua Mãe Também”, acho forçado entrar. A ficada foi um acaso.

    Luiz, tem vários dos que vc citou na lista. “Má Educação”, eu não gosto. Acho muito mal resolvido.

  8. Fernanda, espero que minha resposta ao Mateus te satisfaça. Sobre “Juventude Transviada”, temos que pensar que o filme foi feito durante o macarthismo e que, naquela época, tudo que fosse mais ousado tinha que ser podado. O personagem do Sal Mineo é gay na minha opinião. E não estou só. Muita gente faz essa leitura.

  9. Chico, lembrei de um muito bom agora, um filme de colégio meio Malhação superbonito, Passagem Azul, de Taiwan. Passou nos cinemas, acho que em 2002 ou 2003. Uma graça, muito delicado.

  10. Tem “Amores Imaginários”, do Xavier Dolan que você adora haha. Não é lá muito engajado, mas acho uma coisa super flamboyant e divertida.

    Também senti falta dos já comentados “Cidade dos Sonhos”, “Tudo Sobre Minha Mãe” (que, por mim, entrava de boa) e “Direito de Amar”, mas vi pouquíssimos da lista.

    Adorei as presenças de “Festim Diabólico”, “Almas Gêmeas” e “O Segredo de Brokeback Mountain”. Obrigado pela lista, Chico. Adicionei vários à relação de filmes a assistir.

  11. Oi Chico, sobre “Juventude Transviada” acho o personagem do Sal Mineo bem gay mesmo. Sobre “E Sua mãe também” discordo que seja apenas uma ficada – é uma situação que acaba alterando radicalmente a relação dos protagonistas então acho que merece uma avaliação maior! Me surpreendeu o Ozpetek, não gosto muito dele – mas não vi esse filme. Senti falta de alguns filmes do Andy Wahrol na lista, você já viu alguma coisa dele? Faltam 27 filmes pra eu ver daí!

  12. Tem um filme muito bom do Otto Preminger que toca nesse assunto, mas não é o principal do filme: Advise & Consent. Vale a pena ver

  13. Faltou Tomates Verdes Fritos dos que têm a tematica nas entrelinhas… E alguns outros (q podem nao ter entrado por nao serem mto bons), como Lost and Delirius. Meu preferido nessa lista, de longe, é Amigas de Colégio

  14. Julia, considerei “Tomates”, mas diminuí a cota “entrelinhas” no final. “Lost and Delirious” (“Um Assunto de Meninas”), eu acho meio chatinho, mas valeu a lembrança.

  15. Pelos comentários vi alguns de que gosto fora lista, mas o de que eu me lembrei mesmo ao lê-la foi de SERÁ QUE ELE É?, que eu acho bem bacaninha. O primeiro lugar, a meu ver, não poderia ser outro. Fico aqui agora pensando se QUANTO MAIS QUENTE MELHOR não se enquadraria… Enfim, lista ótima. 😉

  16. Legal essa lista dos 100 melhores filmes gays,mas tb podia ter uma dos piores,pq teve cada bomba.A minha vai aí:
    1-Do começo ao fim(o filme brasileiro mais idiota de todos os tempos)
    2-Alexandre(aquele que Jared Leto fica doido pra dar pro Colin Farrel)
    3-300(a parada gay segundo Zack Snyder)
    4-Cenas da natureza sexual(muito chato!)
    5-O golpista do ano(Ace Ventura descobre a arte da pederastia…)
    6-O livro de cabeceira(Ewam Mcgregor,que sabe desmunhecar muito bem,decepciona)
    7-Má Educação(Almodovar mais perdido que cego em tiroteio)
    8-Meninos não choram(Hilary Swank,Chloe Sevigny,e só!)
    9-O refúgio(François Ozon é um picareta)
    10-Longe do paraíso(meloso demais)
    E na lista de melhores eu acrescentaria May,um filminho de terror pequeno,mas com um roteiro eficiente;e Parceiros da Noite,um filmão do William Friedkin.

  17. Apoiado na escolha do pior filme!
    Ah! Bem Hur poderia ter entrado em sua lista…rs
    Assim como Othelo de Orson Welles, sempre achei Yago uma bichona…rs

    Abraço

  18. Pedro, não vi “Mala Noche” ainda.

    Luiz, “A Intrusa” está nos meus planos para uma revisão.

    Guilherme, tenho preguiça do John Waters.

  19. Sei não Chico, tem muitos outros melhores na lista.
    Brokeback é um belo filme, mas tão medroso, toca o tema tão na tangente… em suma, muito americano.

  20. Chico, adorei a lista! A única ressalva é o insuportável “Do começo ao fim”.
    Na minha lista entrariam alguns filmes como:
    – Direito de amar (John Ford);
    – As damas de ferro (Yonguoot Thongkonthun);
    – As lágrimas amargas de Petra von Kant (Reiner W Fassbinder);
    – Dzi Croquettes (Rafael Alvarez e Tatiana Issa);
    – Ander (Roberto Caston);
    – Contracorrente (Javier Fuentes-León);
    -Patrik 1.5 (Ella Lemhagen);
    – Coronel Redl (István Szabó);
    – Tudo sobre minha mãe (Pedro Almodóvar);
    – O homem da minha vida (Zabou Breitman);
    – Baby love (Vicent Garenq);

  21. Sobre Perdidos na Noite eu tive essa impressao que era sobre amizade vendo pela primeira. Dai eu li o livro e revi o filme a questao da homossexualidade fica mais evidente.

    só senti falta de um filme na lista do chico. O filme mais gay já feito até hoje TOP GUN.

  22. Como assim vc nao colocou o melhor filme ”Imagine eu e voce” ele é lindissimo.
    Meus favoritos:
    * Imagine eu e voce
    * Assunto de meninas
    * D.E.B.S as super espias
    * Nunca fui santa.

  23. A Cor Purpura??? Sinceramente nao sei onde entra homossexualidade neste filme… Adoro este drama do Spielberg e jamais o relacionaria de forma pungente ao homossexualismo. Mas cada um tem sua ideia, neh?

  24. Adorei a lista, descobri que tenho muitos filmes para assistir ainda.
    1º e 3º lugar, dois filmes perfeitos, um marcou minha adolescência e o outro o início da fase adulta.
    Adoro suas listas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *