Dan Harris é mais habilidoso em contar histórias de heróis de verdade. Não que Heróis Imaginários, sua estréia na direção, seja um filme ruim. Ele é apenas um filme que não acontece. Muito aquém do trabalho que Harris fez no segundo longa dos X-Men para o cinema, quase uma obra-prima, onde assinou o roteiro. Com personagens mais reais, o diretor ficou menos à vontade para inventar e, quando tenta isso, geralmente caminha para soluções estranhas, calcadas na imobilidade de suas personagens.

Heróis Imaginários tem um belo ponto de partida: como uma família sobrevive à morte de um ente querido, o ídolo da casa? Mas não sabe muito bem o que fazer com suas personagens. Jeff Daniels é largado pela trama até a meia hora final. Sigourney Weaver protagoniza algumas cenas constrangedoras, com momentos nonsense (não estou certo se intencionalmente ou não), e, por fim, o bom Emile Hirsch demora para encontrar uma linha de interpretação. Na ânsia de encontrar novos “momentos família” e fugir das fórmulas, Harris parte para situações menos óbvias e menos realistas ou relevantes.

A única cena que escapa ilesa é o abraço entre pai e filho. Mas isso não é tudo. Falta a Heróis Imaginários a tristeza sincera e o incômodo legítimo. Um filme que recorre a desvios de roteiro estranhos e que não combinam com nada. É curioso que a melancolia perdida deste filme foi encontrada num outro filme estrelado por Jeff Daniels, A Lula e a Baleia, belíssimo longa independente que encontra uma forma original e bonita de falar de um núcleo familiar desfeita.

Heróis Imaginários EstrelinhaEstrelinha
[Imaginary Heroes, Dan Harris, 2004]

Comentários

comentários

One thought on “Heróis Imaginários”

  1. OFF POST: Em nome de todos os 2163 eleitores do meu blog, a Rede “Spoiler” concede um Certificado Honorário à Chico Fireman, em reconhecimento à sua enorme contribuição à arte digital em seu blog “Filmes do Chico” durante o ano de 2005. Seu blog foi mencionado como o MELHOR da internet em Conceito Cinematográfico. Parabéns Chico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *