Categoria: Festival do Rio

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 13

À Tarde ½ [Na Ri Xia Wu, Tsai Ming-Liang, 2015] Faz dois anos que Tsai Ming-Liang anunciou sua aposentadoria e, desde então, entre curtas, médias e longas, fez mais 5 filmes. Diante de tanta produção remanescente, é difícil lembrar que a proposta de À Tarde é um encontro de despedida entre o cineasta e seu parceiro […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 12

À Sombra de uma Mulher  [L’Ombre des Femmes, Philippe Garrell, 2015] O último longa de Philippe Garrel é bem mais simples do que a maior parte de seu cinema, o que pode frustrar o espectador que conhece a complexidade de sua obra. À Sombra de uma Mulher é um drama sobre como a infidelidade revela […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 11

Os 33 ½ [Los 33, Patricia Riggen, 2015] O maior problema de Os 33 não é a superficilidade com que a mexicana Patricia Riggen desenha suas personagens, associando cada um a um estereótipo para ficar mais fácil contar sua versão pasteurizada, mas funcional da operação de resgate dos 33 mineiros que ficaram soterrados no Chile alguns […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 10

A Seita ½ [A Seita, André Antônio, 2015] Crescimento desordenado das grandes cidades, ocupação dos espaços urbanos, especulação imobiliária. O assunto preferido do cinema pernambucano. Só que A Seita tem um diferencial entre seus conterrâneos: é uma ficção-científica hipster-retrô estrelada por um dândi anestesiado que acabou de chegar de volta ao Recife, vindo das colônias de […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 9

A Academia das Musas  [La Academia de las Musas, José Luís Guerín, 2015] A Academia das Musas transita por vários níveis de cinema. Os créditos, a câmera e as cenas iniciais vendem um documentário sobre um professor de filologia que debate com seus alunos em sala de aula o amor, a arte e a inspiração. […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 7

11 Minutos ½ [11 Minutes, Jerzy Skolimowski, 2015] O polonês Jerzy Skolimowski sempre ofereceu um diferencial entre os cineastas que vinham de seu país: enquanto Polanski, Kieslowski, Zulawaski e Wajda se dividiam entre o mercado internacional, as sensibilidades poéticas e os dramas de guerra, Skolimowski presenteava o espectador com um cinema bastante pessoal, que passeava pelos […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 6

Boi Neon ½ [Boi Neon, Gabriel Mascaro, 2015] Num bate-papo pós-sessão, Gabriel Mascaro disse que um dos fundamentos do filme era criar expectativas para depois quebrá-las. Embora talvez esse não deve ser um objetivo, mas uma consequência, está nessa frustração de expectativas um dos maiores trunfos de Boi Neon, segunda ficção propriamente dita de Gabriel Mascaro. […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 5

600 Milhas  [600 Millas, Gabriel Ripstein, 2015] Uma bela surpresa esse 600 Milhas. O indicado oficial do México para concorrer a uma vaga no Oscar de filme estrangeiro – não sabemos até quando porque 70% do longa é falado em inglês – leva a assinatura de Gabriel Ripstein, filho do cineasta Arturo Ripstein. O grande […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 4

Dope [Dope, Rick Famuyiwa, 2015] Dope é uma deliciosa Sessão da Tarde. Com drogas, mas uma Sessão da Tarde. E grifo no “deliciosa”. O filme de Rick Famuyiwa tem na lista de produtores Sean Combs, Forrest Whitaker e Pharrell Williams, que assina uma das músicas. Se sobrou dinheiro, não faltaram elementos para fazer o filme […]

Festival do Rio 2015: diário de viagem – post 3

Green Room ½ [Green Room, Jeremy Saulnier, 2015] Green Room é a renovação do suspense americano. Difícil encontrar um filme que administre tão bem a tensão nos últimos cinco ou mais anos. Jeremy Saulnier, em seu terceiro longa, cria uma obra claustrofóbica e despudorada, sem compromisso algum com as expectativas do espectador, os nomes conhecidos […]