Tag: Mostra SP

Mostra SP 2011: post 6

Tatsumi [Tatsumi, Eric Khoo, 2011] O singapuriano Eric Khoo, do chatinho e saudado Fica Comigo, arriscou uma mudança de estilo. Em Tatsumi, ele faz um biografia em forma de animação, homenageando um desenhista que inventou um novo gênero de mangás, mais realista e explícito na sexualidade. O resultado é acima da média porque Khoo mistura […]

Share

Leon Cakoff

A cinefilia do Brasil perdeu hoje um de seus maiores incentivadores. Leon Cakoff, criador da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, morreu no começo da tarde, vítima de um câncer que o atormentava havia alguns meses. A notícia triste chega exatamente uma semana antes do início da trigésima edição do evento, de cuja preparação […]

Share

Mostra SP 2010: Top 20 do Chico

    1 Tio Boonmee que Pode Recordar Suas Vidas Passadas, Apichatpong Weerasethakul 2 Homens e Deuses, Xavier Beauvois 3 Mistérios de Lisboa, Raúl Ruiz 4 Um Lugar Qualquer, Sofia Coppola 5 Politécnica, Dennis Villeneuve 6 Minha Felicidade, Sergei Loznitsa 7 Beyond, Pernilla August 8 A Rede Social, David Fincher 9 Símbolo, Hitoshi Matsumoto 10 […]

Share

Mostra SP 2010: Top 10 cinéfilos

Convoquei 17 amigos para escolherem comigo os melhores filmes da Mostra de Cinema de São Paulo, edição 2010. Pedi uma lista com dez filmes, em ordem, para cada votante. Foram atribuídos 10 pontos para o primeiro de cada relação, 9 para o segundo e assim por diante. O número de pontos foi o primeiro critério, […]

Share

Mostra SP 2010: post 11

Politécnica Polytecnique, Dennis Villeneuve, 2009 Apesar da semelhança temática, este filme não tem nada a ver com Elefante, de Gus Van Sant. Mesmo assim é uma porrada, filmada com uma delicadeza absurda. Dennis Villeneuve aposta num tom que fica entre o diário e o documental para recriar o massacre de estudantes do sexo femininino na […]

Share

Mostra SP 2010: post 10

A Rede Social The Social Network, David Fincher, 2010 Se existe ousadia em A Rede Social, ela mora no fato de que seu diretor amadureceu. David Fincher não usa nenhum dos artifícios narrativos que fizeram sua fama nos anos 90. Justamente onde eles mais cabiam, num filme sobre internet. Esse novo trabalho é incrivelmente sóbrio […]

Share

Mostra SP 2010: post 7

Mistérios de Lisboa Mistérios de Lisboa, Raoul Ruiz, 2010 Eu saí tão leve das quatro horas e meia de Mistérios de Lisboa que só posso concluir que Raoul Ruiz é o melhor diretor do mundo para adaptar livros clássicos, como foi com Proust em O Tempo Redescoberto. O que Ruiz faz com a obra de […]

Share

Mostra SP 2008: balanço final

Eu faço parte daquela legião de obcecados pela Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Aquele banco de malucos que tiram folga, férias, fazem fila, gastam os tubos e adoram ver quatro, cinco, seis filmes por dia durante o festival. Mas eu acho difícil dimensionar o que a Mostra significa pra mim. Foi ela quem […]

Share

Mostra SP 2008: boletim 11

Maldeamores , de Carlos Ruíz Ruíz e Mariem Pérez Riera O público gostou bastante, mas essa coleção de histórias de amor, ou quase isso, é pobrezinha demais. O roteiro preguiçoso recicla clichês de comédias românticas e melodramas familiares. O texto é raso, o humor fácil e os personagens, mal construídos, estereotipam o latino ao máximo […]

Share

Mostra SP 2008: boletim 10

Che: O Argentino , de Steven Soderbergh Che: A Guerrilha , de Steven Soderbergh Steven Soderbergh é um dos cineastas mais insólitos do mainstream norte-americano. Estreou alternativo, com sexo, mentiras e videotape, Palma de Ouro em Cannes; pareceu mais respeitável para ganhar o Oscar de melhor diretor por Traffic e fazer Erin Brockovich. No meio […]

Share