Cão Sem Dono

Cão Sem Dono, de Beto Brant e Renato Ciasca

O filme fala uma espécie de transição tardia de um mundo de isolamento e solidão, para a vontade de se estabelecer, de celebrar sua existência. É o embate entre a confortável – e assustadora – escolha pela abstração e o amor, que oferece direção, drama e densidade. Com razão e sentido, a pergunta não é mais sobre quando a vida vai mudar, mas sobre o que ela tem para oferecer. Este filme é sobre vida pulsando. E sobre querer um quadro na parede.

Santiago, de João Moreira Salles
Pro Dia Nascer Feliz – João Jardim
Jogo de Cena – Eduardo Coutinho
Mutum – Sandra Kogut

Comentários

comentários

Um pensamento sobre “Frankie 2007 – filme brasileiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *