Carrie Bradshaw Sarah Jessica Parker
 

Sex and the City 2
 

Sex and the City 2
por Cris Massuyama

Incorporar os exageros das passarelas internacionais ao dia-a-dia é bem complicado – a não ser, claro, que você seja Carrie Bradshaw.

A personagem de Sarah Jessica Parker não decepciona os fashionistas em Sex and the City 2 : em clima de desfile, ela muda de figurino a cada cena, sempre com roupas glamurosas.

Logo no começo, uma avalanche de brilhos e cristais se espalham pelos letreiros que invadem a tela. Mas eis que Carrie surge minimalista, em um dos melhores trajes do longa: um vestido branco Halston Heritage, de corte simples e caimento perfeito para a magérrima Sarah Jessica. A aparição triunfal divide a cena com os hilários flashbacks dos anos 80 – com direito a Carrie no estilo Madonna e Samantha (Kim Cattrall) a la Debbie Harry.

Depois, a personagem principal e as outras três heroínas vão a uma festa de casamento na badalada Manhattan. O look mais interressante é novamente o de Carrie: alfaiataria com cabelos soltos e selvagens.

Ela é a musa fashion imbatível, mas o guarda-roupa da advogada Miranda (Cynthia Nixon) também se mostra eficiente: estampas elegantes, cores fortes e combinações perfeitas para tirar a caretice das roupas de trabalho.

Os looks urbanos dão espaço para vestidos coloridos e esvoaçantes quando o filme viaja para Abu Dhabi. O quarteto desfila muita cor e exagero pelas areias do Oriente Médio.

O longo Emilio Pucci que Carrie usa no cartaz principal do filme perde o glamour ao ser combinado com um terninho “boyfriend” marrom, no melhor estilo “roubei do guarda roupa do Mr. Big (nas filmagens de Law & Order)”.

Mas o figurino mais estranho talvez seja a combinação “high-low” de camisetinha Dior com saia de debutante roxa usada pra ir a… uma feira de rua. Usar grife estampada no peito é cafona! E, se não fosse Carrie Bradshaw, todo mundo ia falar que era uma “peça legítima” da 25 de março.

Mesmo assim, não se pode esquecer que é exatamente por causa dessas ousadias que a personagem se tornou um ícone: Carrie desfila pelas ruas de Nova York com os trajes mais criativos sem perder a confiança e a personalidade.

Comentários

comentários

2 comentários sobre “Sex and the City 2: o figurino”

  1. belo texto da cris. eu tive vergonha alheia do figurino “camisetinha + saia roxa”, o preferido de s.j. parker, segundo matéria do G1.

  2. Eu quero ver o filme! O um foi legalzinho, bem sessão da tarde heuhueh =D Mas é divertido! Muitas roupas eu n usaria, mas é divertido ver tb!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *