A Origem dos Guardiões

À primeira vista, a embalagem é de um programa natalino como qualquer outro, mas A Origem dos Guardiões invade uma seara diferente: está mais para um filme de super-heróis. O roteiro, baseado no livro de William Joyce, transforma personagens da mitologia infantil (Papai Noel e o Coelho da Páscoa entre eles) em seres superpoderosos que têm como missão defender a infância. No sentido mais literal: a Liga da Justiça natalina precisa enfrentar o Bicho Papão e fazer com que as crianças mantenham o direito de continuarem crianças. Uma premissa que parece simplista em tempos de animações cada vez mais conceituais, mas que ganha um delicioso formato de jornada de aventura.

Utilizar a ideia de uma reunião de heróis pode parecer oportunista numa época em que eles fazem bilhões nos cinemas, mas o filme do estreante Peter Ramsey encontra uma textura e um timing corretos para a saga concebida por Joyce. A história respeita algumas regras dos quadrinhos de heróis, desde a apresentação dos personagens e a primeira reunião até o recrutamento de um novo integrante para a equipe e o começo da batalha. O autor, que ganhou o Oscar de curta de animação no ano passado, cria um universo fantástico que encontra novos papéis para personagens muito infantis como a Fada do Dente e o Sandman e o filme é bem hábil em dar forma tanto aos protagonistas quanto aos cenários. Uma operação que, mesmo sem mudar o contexto da trama, encontra um público mais amplo.

Essa mutação proposta pelo roteiro não é apenas o grande diferencial do longa, como o motivo pelo qual ele se transforma num belo filme de aventura, muito bem executado, com sequências de ação impressionantes como a luta no ares entre Jack Frost e Breu. Esse carimbo, na cartilha de Peter Ramsey, não significa que seja impossível fazer um trabalho delicado. O conteúdo emocional do filme é trabalhado sempre num nível alto, mas sem se render à pieguice. Portanto, se, em algum momento, surgir uma lágrima – ou duas -, ela será de uma emoção bem genuína.

A Origem dos Guardiões EstrelinhaEstrelinhaEstrelinha
[Rise of the Guardians, Peter Ramsey, 2012]

Comentários

comentários

2 thoughts on “A Origem dos Guardiões”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *