As Novas Roupas do Imperador

Uma boa idéia sustenta um filme inteiro? Pode até ser, mas não é o que acontece em As Novas Roupas do Imperador. O filme, que já é baseado num livro, cria uma farsa simpática para mudar a história e livrar o imperador francês Napoleão do exílio na ilha de Santa Helena. Ele troca de lugar com um sósia e volta a Paris para tentar retornar ao poder pelos braços do povo. A idéia simples inicia um filme bonitinho, mas que nunca decola. Ian Holm cria um Napoleão pueril e engraçado, sério e tolo. Sua interpretação é o melhor do filme. Mas a brincadeira fica sem graça depois da meia hora inicial. Depois deste ponto, a única cena que realmente vale a pena é a que o imperador se encontra no meio de muitos outros napoleões.

Quando o real se revela, é melhor correr para a fantasia.

As Novas Roupas do Imperador EstrelinhaEstrelinha
[The Emperor’s New Clothes, Alan Taylor, 2001]

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *