Tag: Alexander Payne

Nebraska

Meus textos não costumam ser na primeira pessoa, mas às vezes acho que é preciso se envolver. Os filmes de Alexander Payne geralmente me tocam profundamente. As Confissões de Schmidt e Os Descendentes, que costumam dividir opiniões, exercem em mim efeitos fulminantes, talvez por que sua melancolia me parece sincera; talvez porque sejam filmes que […]

Os Descendentes

A sensibilidade tem tantas variações que seria mais justo falar em sensibilidades. Os elementos, temas ou modelos que fazem alguém se encantar com uma história podem mudar completamente, de acordo com o ponto de vista. A bagagem que o receptor carrega é fundamental para determinar se uma obra vai ter algum efeito sobre ele. Alguns […]

Paris, Te Amo

O maior problema de um filme em episódios sempre será o desequilíbrio entre eles, mas um final meio “de produtor” até serve para amarrar bem os 18 curtas de cinco minutos que compõem este longa-metragem. O filme que abre Paris, Te Amo é o sem muita graça de Bruno Podalydès, que parecia contar que sua […]

Sideways

O novo filme de Alexander Payne foi recebido de braços abertos pela crítica e pela indústria, com indicações ao Oscar em cinco categorias – inclusive nas três principais (filme, direção e roteiro). Sideways, cujo subtítulo brasileiro é deprimente, é, entre altos e baixos, um bom filme, mas sofre um pouco com sua pretensão cool. Payne […]

Mostra SP 2004: dia 1

20 Dedos ½, de Mania Akbari [Bist Anghost, Irã/Grã-Bretanha, 2004] A atriz de Dez segue os passos do mentor, Abbas Kiarostami. Em cinco pequenas histórias, casais diferentes interpretados pela mesma dupla falam sobre a condição feminina no Irã. Pelo menos foi isso que disse a crítica. Mania Akbari claramente se apossa da estrutura do filme que a […]