De um lado espetáculos de vulgaridade, incompetência e mau gosto. Do outro, filmes que desafiam nossa inteligência, nosso bom senso ou que querem faturar em cima da polêmica. Motivos não faltam para essa lista existir – e provavelmente não faltam motivos para você discordar dela. Os piores filmes de 2009, na minha opinião, são estes aqui:

José Padilha

10 Garapa
José Padilha

O propósito desse documentário não parece ser outro senão ganhar em cima da miséria alheia. José Padilha aborda um tema que já rendeu muito à cinematografia brasileira e, além de não apresentar uma visão diferenciada sobre o assunto, explora, constrange e fatura em cima do personagens de uma maneira covarde como poucas vezes se viu.

Scott Derickson

9 O Dia em que a Terra Parou
Scott Derrickson

Pra quê fazer um remake como este de um filme que é um dos maiores clássicos da ficção-científica? Se a proposta era contemporaneizar a visão sobre uma invasão alienígena, a ideia foi por água abaixo porque nada é relativizado. Se a ideia é fazer algo cafona (como os efeitos especiais querem nos fazer crer), aí, sim, ele foi bem-sucedido.

Emily Young

8 Veronika Decide Morrer
Emily Young

A culpa nem é muito da diretora, que até tenta fazer as coisas da melhor forma possível. O problema é como dar substância a uma história essencialmente de auto-ajuda que parece um daqueles emails em power point com lições de vida e imagens paradisíacas? A própria trama implode o filme, que tem um dos morais da história mais ridículos dos últimos tempos.

Chris Weitz

7 Lua Nova
Chris Weitz

O que é pior? A transformação de Edward num fantasminha camarada, a utilização quase criminosa da câmera lenta, a deturpação ainda maior das mitologias relacionadas a vampiros e lobismonens ou a incrível canastrice dos três atores principais, péssimos em cada uma das cenas deste que é um dos filmes mais bregas dos últimos tempos.

O Fim da Picada

6 O Fim da Picada
Christian Saghaard

Não deixa de ser meio esquizofrênico um filme tentar ser místico, fazer crônica social e emular opções narrativas cinemanovistas. As participações especiais são pura perfumaria. Tudo é meio maneirista. Há pelo menos meia dúzia de personagens que riem diabolicamente para a câmera e mais outra meia dúzia vezes em que a câmera roda em círculo.

Neil Marshall

5 Juízo Final
Neil Marshall

O Cirque du Soleil bizarro que surge no meio do filme é, apenas, a pior sequência do cinema nesse ano. Difícil entender como o diretor de Abismo do Medo, comandou um sub-Mad Max, sub-Fuga de Nova York, sub-qualquer coisa como este filme aqui. Neil Marshall bate no liquidificador as referências apocalípticas mais conhecidas e atira pra todos os lados. Não acertou nenhum alvo.

Michael bay

4 Transformers: A Vingança dos Derrotados
Michael Bay

Michael Bay sempre comete dos seus desatinos, mas nunca tinha chegado a esse grau. Este filme impressiona: é um complexo tão monstruoso de equívocos, clichês e decisões estúpidas que fica difícil acreditar que não se esteja sonhando – ou tendo um pesadelo – no cinema.

Stephen Daldry

3 O Leitor
Stephen Daldry

Kate Winslet ganhou o Oscar pelo pior papel da vida dela. Aqui, a boa atriz é engolida por uma trama que se pretende importante e uma vergonhosa série de soluções de roteiro. No meio das abobrinhas e da maquiagem, o momento de uma grande revelação, que a metade mais esperta da platéia já havia descoberto havia uns 40 minutos. Antes da cena final, inexpressiva, resolve-se, pela primeira vez, refletir sobre os atos da protagonista, mas isso vem na forma de uma sequencia de bate papo mal escrita e mal montada.

Spike Lee

2 Milagre em St. Anna
Spike Lee

Não entendo como a notícia do sequestro de Spike Lee não foi noticiada pela mídia porque, certamente, esse filme aqui não foi dirigido por ele. Seria como negar toda sua história ao adotar um tom meio mágico e muito meloso para afirmar a relação entre o pequeno Angelo e o soldado gigante gente boa. Mesmo recorrendo a artifícios questionáveis, como diálogos que parecem exigir do espectador lágrimas e compaixão, uma trilha de dramalhão e e qualquer frase que sai da boca do garoto, o filme nunca emociona com sinceridade

Aluizio Abranches

1 Do Começo ao Fim
Aluizio Abranches

Este é o filme que mais prometeu e menos cumpriu em 2009. Abranches atraiu a plateia sob a máscara de que abordaria temas polêmicos como homossexualidade e incesto, mas o que se viu foi um espetáculo paupérrimo que evita qualquer complexidade para, supostamente, apostar numa história de amor. Como só quem é limitado ou conformista vai embarcar nessa, já que o namoro de dois irmãos nunca passaria em branco na nossa sociedade, das duas uma: ou Abranches é um cara-de-pau que quis faturar em cima da estética limpinha e da promessa de polêmica ou não tem a mínima capacidade de fazer uma reflexão qualquer sobre os assuntos. Possivelmente, é uma junção das duas teorias. Perdeu a chance.

Comentários

comentários

110 comentários sobre “Top 10: piores filmes de 2009”

  1. cara, nada a ver, transformers 2 é muito massa, num sei como voceis postaram ele como um dos piores de 2009?!?Pu** q pariu vei, cade dragon ball evolution? isso sim foi uma bosta de 2009, agora, transformers 2 na minha opniao é 1 dos melhores, pu** vei, tira transformers 2 dos piores e bota dragon ball evolution, daí vai ta certa essa bagaça, pq o resto de filme aí foi tudo 1 lixo memo.

  2. Ofilme lua nova colocarão atores de boa aparencia e nenhum conteudo, eu não entendo o por o cinema não ten mais criatividade como a natureza, tem enquanto criticamos filmes o hait esta sendo destruido………??

  3. como eu disse,essa lista ruim d+
    colocar LUA NOVA como um dos piores flmes de 2009! isso é ridiculo!¬¬

  4. LUAAAAAAA NOVAAAA um filme ruimmm??
    nao posso acreditar que estão falando issoo quem foi o lezado que fez essa lista? foi voce chico?nao posso aacreditar.
    vô só te falar uma coisa,essa sua lista tá cafonérrima.Devia arrumar isso benzinhoo,tá rui d+
    milbeijos&umchiclete!

  5. LUA NOVA foi muito bom,nao merecia estar nesta lista!,acho que voce deveria rever alguns aspectos nessa sua lista!aff.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *