Mês: agosto 2013

Marina Abramović: Artista Presente

A época em que nós vivemos transforma o nosso olhar para a obra de arte. Num tempo em que nossa interação com o mundo se resume a curtir fotos, opinar sobre qualquer assunto em 140 caracteres e compartilhar vídeos engraçados e curiosos, é notável que a cena em que Marina Abramović reencontra seu ex-amante, Ulay, […]

Cinco filmes de Georges Méliès

Thomas Edison e os Lumiére – e mais alguns outros – podem até ter inventado o cinema, mas quem o transformou em espetáculo foi Georges Méliès, como mostrou A Invenção de Hugo Cabret, de Martin Scorsese. Durante duas décadas, o francês dirigiu centenas de filmes, sempre com a missão de transportar o espectador para um […]

Flores Raras

O peso da verdade é quase sempre a maior maldição das histórias baseadas em fatos reais. No cinema, a expressão chega a assustar porque, não raramente, significa filmes engessados por suas responsabilidades históricas. O compromisso em narrar os fatos pode, muitas vezes, ultrapassar o próprio desenvolvimento dos personagens. Quando um cineasta reconhecidamente mais tradicional como […]

Almas Silenciosas

Existe uma intenção pictórica em cada plano de Almas Silenciosas. O filme russo foi planejado e executado para ser (ou ao menos parecer) uma obra de arte, quadro a quadro. O resultado é uma sucessão de imagens belíssimas, emolduradas numa fotografia azulada, que tenta traduzir o cenário frio do interior do país. Mas o que […]

Sete pequenos filmes do Festival de Curtas 2013

Vi muito pouca coisa do Festival Internacional de Curta-Metragens de São Paulo deste ano. Cerca de 20 filmes, entre eles os brasileiros O Que Lembro, Tenho, de Rafhael Barbosa, e O Olho e o Zarolho, de René Guerra (leia entrevista aqui) e Juliana Vicente, sobre os quais escrevi separadamente. Selecionei neste post alguns dos curtas […]

Charles Bronson: há dez anos, o cinema ficava menos macho

Nem John Wayne, nem Clint Eastwood, o maior macho do cinema americano se chamou Charles Bronson. Aliás, Charles Dennis Buchinsky. Que o diga minha saudosa tia Leninha, que foi sua maior fã viva, e que, diante de qualquer filme do ator, sempre repetia o mantra: “que coroa charmoso”. Apesar dos olhos verdes, Bronson não era […]

O Estranho Caso de Angélica

Enquanto O Gebo e a Sombra, último filme de Manoel de Oliveira, não chega aos cinemas brasileiros, o longa anterior do cineasta mais velho do mundo finalmente desembarca em circuito comercial. E esta obra, cheia de efeitos especiais, compõe um ponto à parte na filmografia do diretor, parecendo conversar com a própria natureza fascinante e […]

Trailer: Serra Pelada

A superprodução Serra Pelada, dirigida por Heitor Dhalia, revelou seu primeiro teaser. O elenco é promissor, com Wagner Moura, Matheus Nachtergaele e Julio Andrade, e as imagens parecem bem bonitas à primeira vista. Resta saber se desta vez o diretor ofereceu algo mais do que plástica, como no irregular À Deriva.  

O Olho e o Zarolho

Todas as famílias são iguais, parecem bradar os diretores René Guerra e Juliana Vicente. O Olho e o Zarolho é uma tentativa de contemporeizar a discussão sobre as novas formas de relacionamento, partindo de um princípio simples: as dúvidas e questionamentos são os mesmos para todos. O filme, destaque do Festival Internacional de Curtas-Metragens de […]

Entrevista René Guerra

“Não se preocupe, a culpa foi minha”, avisa René Guerra. Recado – e mantra – do diretor alagoano para seus colegas mais próximos, os atores. É assim que as peças de teatro e os curtas, que vieram depois, foram feitos, em parceria. Depois de duas incursões pelo universo dos transsexuais, o novo filme do cineasta, […]